20 Feb 2020 07:46
Logo Lêaí

Memórias de Viagem, com Sinara e Leonardo - Seguro viagem, roteiro e transporte!

memorias-de-viagem--com-sinara-e-leonardo---seguro-viagem---roteiro-e-transporte--1

Centro de La Paz - Bolívia. Foto: Arquivo Pessoal

Continuando nossas dicas, hoje falaremos sobre seguro viagem, roteiro e transporte!

Seguro viagem!

Este é um item muito importante quando se está planejando uma viagem para o exterior e que muitas pessoas ignoram. Mas será que é necessário? Sim! Independentemente de ser obrigatório ou não, será um investimento que poderá evitar grandes custos ao longo de sua viagem.


Alguns países exigem o seguro viagem e podem solicitar o comprovante na imigração, outros não exigem, mas sugerem que o visitante o tenha. Na Europa por exemplo, o valor de cobertura exigido é de 30 mil Euros. Muitos preferem contar com a sorte. Pode ser que nunca peçam o comprovante. Mas se pedirem e você não tiver, poderá ser mandado de volta ao Brasil só por isso. É um risco que não corremos, pois sempre viajamos assegurados.

Geralmente o seguro viagem também cobre uma série de outros imprevistos, como perda ou roubo de documentos, cartões de créditos, extravio de bagagem e até perda de voo. Se precisar voltar ao Brasil antes do previsto ou em caso de emergência médica, o seguro pode ser acionado também. É bom conferir todas as vantagens nas propostas das empresas pesquisadas. Os preços costumam ser relativamente baixos.

Os melhores sites para cotação são o segurospromo.com.br e worldnomads.com.br. Eles costumam ter descontos que variam entre 10% e 15%, além dos 5% pagando à vista no boleto ou cartão. Alguns cartões de crédito (geralmente Platinum e Black) oferecem o seguro gratuitamente e as proteções variam de acordo com o banco emissor e a bandeira do cartão.

memorias-de-viagem--com-sinara-e-leonardo---seguro-viagem---roteiro-e-transporte--2

Estação Southend Airport - Londres. Foto: Arquivo Pessoal

Roteiro

Já fizemos viagem com um roteiro bem detalhado e definido e já viajamos sem roteiro. Montar um roteiro não é uma tarefa fácil, mas quando a viagem é longa, se torna imprescindível.


Há quem detalhe até as horas certas para cada tipo de atração, o que particularmente achamos um exagero. O bom é ter uma “listinha” ou, pelo menos, ir salvando no “Google Trips” os lugares que pretende conhecer.

Mapear os lugares também ajuda. Em nossa viagem a Londres por exemplo, fomos obrigados a mapear, pois a cidade é absurdamente grande e as atrações estão por todos os bairros. Cada dia da viagem visitávamos um bairro ou dois e já sabíamos por onde começar, facilitando assim os deslocamentos internos. Quem já andou nos “Undergrounds” (metrô) de Londres, deve concordar que é impossível não se perder, pelo menos uma vez, nos túneis entre uma conexão e outra! Rsrsrs.

Outra dica útil é baixar o mapa da cidade previamente no Google Maps. Assim, você pode acessá-lo mesmo quando não tiver internet. Isso é muito útil quando está no exterior ou em uma cidade com sinal de celular ruim. Evita que você perca tempo procurando wifi, sendo que em alguns casos não há essa opção, como em lugares isolados.

memorias-de-viagem--com-sinara-e-leonardo---seguro-viagem---roteiro-e-transporte--3

Teleférico Metropolitano em La Paz - Bolívia. Foto: Arquivo Pessoal

Transporte

Imagine chegar em um país desconhecido e não fazer ideia de como chegar ao seu hotel? É obvio que sempre terá um taxista para lhe oferecer o serviço! Mas para quem viaja de forma econômica, uma corrida de taxi pode representar o custo de uns 2 dias de orçamento!


Não pense que é exagero. Nessa mesma viagem de Londres, do aeroporto até o centro da cidade o valor do trem saiu £ 17,30, enquanto o mesmo trajeto de taxi custaria £ 110. Considerável, não? Viagens de trem são muito comuns na Europa, e rápidas, tanto para curtas distâncias, como de um país a outro.

Alguns aplicativos auxiliam nos deslocamentos, como: rome2rio.com, Waze, Google Maps e 12go.asia (nos países asiáticos). Claro que existem muitos outros, mas o que mais usamos são esses, e sempre funcionaram perfeitamente.

memorias-de-viagem--com-sinara-e-leonardo---seguro-viagem---roteiro-e-transporte--4

Centro de Praga - República Tcheca. Foto: Arquivo Pessoal

Outra dica é pesquisar se no país que pretende visitar existe o serviço de “Uber”. Em muitos casos existe, mas pode ser operado por outra empresa/aplicativo. O sistema é igual ao que utilizamos no Brasil: baixa o app, cadastra as informações solicitadas e, nestes casos, é necessário ter um cartão de crédito internacional. Mas o aconselhável é que pague na moeda local, assim não ficará à mercê do IOF e das variações do câmbio em sua próxima fatura. Se conseguir, faça o download antes mesmo de embarcar, é bom ter um tempo para explorar o app e se cadastrar com calma.


Se tiverem dúvidas ou sugestões não deixem de nos perguntar! Até semana que vem!

Si & Leo

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Destaques


Cotidiano 14 horas atrás

ORQUÍDEAS Tipos de orquídeas

Dendrophylax cettiifaw [...]

Cotidiano 15 horas atrás

ORQUÍDEAS Tipos de orquídeas

por Luigi Beneduci [...]

Cultura

Cultura 1 mes atrás

Cultura para todos: Sexta tem Arte celebra os resultados

Diversas atrações culturais foram trazidas para a cidade de Taquara [...]

Cultura 4 meses atrás

O Sexta tem Arte está de volta

CTG Essência Gaúcha se apresenta nesta sexta-feira [...]

Cultura 5 meses atrás

Doralino Souza lança novo livro

Lançamento contará com happy hour em Igrejinha [...]