17 Feb 2020 10:51
Logo Lêaí

O futebol, a guerra e o Brasil

o-futebol--a-guerra-e-o-brasil-1

Foto: Arquivo pessoal

Chega a ser repetitivo falar que o futebol é um agente transformador de vidas e local de grandes histórias, mas essa é a melhor definição para a história de Maurício Dumbo. Angolano, cego desde os cinco anos de idade, devido uma doença de origem desconhecida, que desembarcou no Brasil aos 11 anos de idade fugindo da guerra civil que devastava seu país.

Maurício e mais 17 crianças, vieram de Benguela, sul de Angola para o Brasil, aprender a ler através do método Braile. O menino cego que chegou ao Brasil, hoje é formado em Direito e especialista em direito processual civil e atua em Pelotas/RS. Segundo ele, a vinda para o Brasil foi fundamental “Adquiri conhecimento vindo para o Brasil. Sou grato ao povo brasileiro pela educação e pelo carinho”, talvez toda essa gratidão seja pela lembrança do estado que estava seu país “vim da guerra civil da Angola”, conta.

A vida no Brasil é boa, uma carreira, um diploma, o futebol e a seleção brasileira. Maurício foi campeão olímpico em 2016 depois de ser naturalizado brasileiro e juntar-se ao timaço do Brasil liderado pelo atacante Ricardinho considerado por muitos o maior atleta do futebol de 5 da história, Maurício é companheiro de ataque de Ricardinho e juntos fazem a festa nas defesas adversárias.

Saudade de Angola

Mesmo com tudo o que o Brasil proporcionou a ele, Maurício não esquece Angola, não esquece seu povo e seus costumes “O que mais sinto saudade da Angola é a felicidade, lá tudo envolve dança, alegria e batucada,” explica. Ele também sente a falta da família e da comida local “alimentação é diferente, temperos forte como pimenta e da comida da família,” sobre os parentes que estão em Angola ele relembra a vista e planeja voltar “em 2016, visitei eles em Angola e agora estou me planejando novamente para poder ir visitá-los.” Relata.

O futebol

O futebol tem papel fundamental na vida de Maurício “foi uma das minhas alegrias na vinda para o Brasil conheci o futebol de 5 e fiz muitos amigos”, lembra. Jogando pelo Brasil, Dumbo já foi campeão paralímpico, brasileiro, mundial e em 2015 foi eleito o melhor jogador do campeonato brasileiro. Mas, para ele o futebol vai além dos títulos “futebol anda lado a lado com a educação, tem que saber ganhar e perder e respeitar o adversário dentro de quadra,” explica, além disso, para ele o futebol é fundamental para o combate ao preconceito “O futebol acaba com o preconceito racial, no futebol não tem essa de cor, o branco pode dar alegria para o negro e vice versa. Todo mundo gosta do mesmo esporte”. Salienta.

o-futebol--a-guerra-e-o-brasil-2

Recentemente Maurício, Ricardinho e o time da Agafut de Canoas conquistaram o tri campeonato da Copa Loterias Caixa de Futebol de 5. Entre os planos de Maurício relacionados ao esporte está levar a seu país “Quero levar o futebol de 5 para Angola”.

o-futebol--a-guerra-e-o-brasil-3

Planos para o futuro

Mauricio pensa o futuro de forma plural, para ele e para a família, e também sabe que o futebol é passageiro “Quero fazer um concurso público ter uma estabilidade, pois sabemos que o futebol passa”. Além disso, ele quer proporcionar a família as mesmas oportunidades que teve no Brasil “trazer algum familiar para vir estudar no Brasil, quero que minha mãe aprenda a ler e escrever e sinta a mesma alegria que senti,” relata.

Outro sonho de Maurício é trabalhar pela inclusão e ajudar as pessoas na busca por condições dignas “por falta de conhecimento, as empresas nos fecham as portas para que possamos ter um Brasil melhor com igualdade”. Afirma.

Recado final

A grande lição de Maurício é que quando temos oportunidades e lutamos por elas temos grandes chances de vencer na vida “não deixe de acreditar em si mesmo”, além disso, ele nos desejou paciência com aqueles que não conhecem nossas deficiências “que possamos ter paciência e ensinar a pessoa”. Finaliza.

"Este conteúdo é de responsabilidade de seu idealizador, não expressando a opinião do jornal."
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Leitor do Vale • 11 meses atrás

Muita sorte e futuro para ele....

Esporte

Esporte 5 dias atrás

Inter vence e avança na Libertadores

Colorado bateu os chilenos da Universidad de Chile na noite desta terça-feira [...]

Esporte 5 dias atrás

Inter decide vaga na Libertadores

Colorado precisa vencer chilenos para avançar na competição [...]

Esporte 1 semana atrás

Gustavinho chega para ser o 10 do Igrejinha

Meio foi anunciado antes da vitória em jogo-treino contra o Aimoré [...]