22 Mar 2019 15:18
Logo Lêaí

As antiguidades na decoração

as-antiguidades-na-decoracao-1

Foto: Divulgação

Dividida entre aqueles amam e aqueles que nem tanto assim, as antiguidades dividem opiniões na decoração de casa. Para se ter aquela mistura cheia de harmonia, a dica é misturar influências, combinando as diferentes épocas com bom senso e boa dose de cuidado.

Os móveis antigos de madeira costumam ser bem expressivos, então se forem colocados em frente a uma parede na cor vermelha eles não ficarão legais. Tente não deixa-los camuflados demais, nem os deixe chamando a atenção.

Porém, se a antiguidade que você tem for uma peça que esteja bem preservada, ou algo que esteja há muito tempo na sua família, dê um lugar de destaque. Ao lado, coloque elementos modernos, deixando o ambiente ainda mais charmoso e valorizando a peça. Assim você traz equilíbrio, conta uma história e vive o momento presente dentro da sua própria casa.

É importante perceber o tamanho das peças escolhidas. Ela precisa dialogar com o resto da decoração presente na sua sala de estar, por exemplo. Ter bom senso nesse momento é fundamental, assim você poderá passar uma mensagem de uma maneira agradável, com a antiguidade escolhida.

Uma dica importante é perceber que algumas tendências do passado estão de volta, como a paleta de cores fortes, formas circulares e orgânicas, uso de plantas dentro de casa e de objetos trazidos de viagens são apenas algumas delas. Além disso, os vidros com ar mais retrô, madeiras em tons escuros, pisos e paredes em ladrilho hidráulico, mix de metais e materiais com texturas naturais também podem ajudar a remeter o passado, transmitindo o conforto.

É possível criar ambiente que contam histórias ou, até mesmo, memórias da sua própria família. Cuidado com os exageros e com o excesso de informação. Busque harmonia e conforto através da antiguidade que você escolher.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.