Lê-aí | Jovens gaúchos terão mil vagas gratuitas de capacitação para o mercado trabalho

Jovens gaúchos terão mil vagas gratuitas de capacitação para o mercado trabalho

#Estado

Estado - O Instituto PROA em parceria com o Instituto Cyrela anuncia a abertura de mil vagas gratuitas para capacitar jovens vindos do 3º ano do Ensino Médio de escola pública do Rio Grande do Sul. Essa ação busca desenvolver o jovem para o mercado de trabalho e gerar oportunidades de emprego, com vagas exclusivas com empresas parceiras.

Para participar, é preciso ter entre 17 e 22 anos; estar cursando ou ter concluído o 3º ano do Ensino Médio em uma escola pública; e residir no Estado do Rio Grande do Sul. O curso é on-line e gratuito. A duração é de três meses e, após, há um processo de encaminhamento para vagas de emprego para esses jovens. As aulas iniciarão em 4 abril de 2022 e as inscrições podem ser feitas até o dia 29 de março de 2022 através do site plataforma.proa.org.br.

“Somos parceiros do Instituto PROA há alguns anos em São Paulo, e tínhamos muita vontade de levar essa oportunidade para os jovens de Porto Alegre e Rio de Janeiro, onde também atuamos. Acreditamos que esta parceria tem potencial para transformar a vida de centenas de famílias e estamos muito felizes de fazer parte desta transformação” afirma Débora Costa Galvão, Gerente de Responsabilidade Social do Instituto Cyrela.

“Sentimos que o mercado gaúcho é cheio de oportunidades e os jovens do Rio Grande do Sul são pessoas que buscam ter um futuro brilhante. São estudiosos e focados. Buscamos jovens assim, com o brilho nos olhos e prontos para agir e mudar a sua realidade para melhor”, destaca Alini Dal’Magro, CEO do Instituto PROA.

O PROA foi criado em 2007 a partir de um grupo de empresários que tinham um sonho em comum: ajudar jovens com poucas oportunidades a se tornarem protagonistas de suas próprias vidas. O Instituto desenvolveu uma Plataforma e uma metodologia que pode ser ampliada para transformar a realidade de jovens de todo o país. Desde a fundação, passaram pelo curso 8.500 alunos e 9 de cada 10 alunos formados conseguiu conquistar um emprego em boas empresas.