19 Jul 2019 16:23
Logo Lêaí

Entenda como foi a investigação que levou à prisão dos envolvidos no desaparecimento do taxista Sérgio Bernardes

entenda-como-foi-a-investigacao-que-levou-a-prisao-dos-envolvidos-no-desaparecimento-do-taxista-sergio-bernardes-4

Delegado Vladimir Medeiros (branco). Foto: Cássia Souza - Portal Star

Na manhã desta terça-feira (09) a Polícia Civil concedeu entrevista coletiva na Delegacia Regional de São Leopoldo para explicar toda a investigação que levou a prisão de suspeitos no desaparecimento do taxista Sérgio Jaime Bernardes, de 64 anos, no dia 28 de março.

A polícia cumpriu mandatos de busca e apreensão entre ontem e hoje em cinco cidades: Rolante, Portão, Feliz, Arroio do Sal e Penha (SC), realizando duas prisões. Na quarta-feira passada (03), outros dois suspeitos já haviam sido presos. Um dos presos hoje, cidade de Portão confessou que enterrou o corpo de Sérgio, que foi desenterrado posteriormente.

entenda-como-foi-a-investigacao-que-levou-a-prisao-dos-envolvidos-no-desaparecimento-do-taxista-sergio-bernardes-3

Foto: Reprodução

De acordo com informações do Delegado Vladimir Medeiros, Sérgio não era o alvo da facção criminosa que o raptou. As investigações sobre quem seria o alvo seguem em sigilo de polícia, pois o indivíduo possui vínculos com o tráfico local e regional.

Sérgio foi abordado por dois homens na estrada do Morro da Figueira, em Santo Antônio da Patrulha. O taxista foi levado até uma residência no bairro Estação, em Portão, onde a polícia esteve hoje (09) cumprindo mandado de busca e apreensão, a região tem boa parte dominada por essa facção. “Muitos membros daquele grupo criminoso utilizam aquela base para ocultar drogas, traficar, guardar armas”, conta o Delegado, que considera o caso esclarecido pois todos os fatos estão muito sólidos.

Ainda durante o caminho, os criminosos perceberam que Sérgio Bernardes não era o seu alvo, mas prosseguiram com ele até essa casa, onde havia o combinado que a facção estaria esperando, para que a vítima pudesse prestar informações que interessava a facção criminosa, informações que seriam ligadas ao tráfico de drogas. “Cerca de 30 minutos depois, ele teria sido morto no interior da casa e logo após, ainda naquela madrugada, levado até o matagal existente no fim daquela mesma rua.”. Explica o Delegado.

A vítima ainda teria sido torturada antes da morte, que ocorreu por esganamento. O suspeito de ter cometido a execução segue foragido. A polícia espera realizar a prisão dele e de outro envolvido o mais rápido possível.

O local onde o corpo de Sérgio foi enterrado é bastante extenso em campo aberto de diversos hectares, segundo o Delegado Medeiros. “Nós obtivemos essa informação ainda no início das investigações. Realizamos buscas por mais de uma oportunidade naquele local, mas devido à extensão do espaço, não foi possível a localização.”. As buscas da polícia foi o que motivou os criminosos a removerem o corpo para que ele não fosse encontrado.

No curso das investigações, na quarta-feira passada (03), a Polícia Civil obteve dois mandados de prisão contra dois investigados. Esses mandados foram cumpridos na mesma quarta-feira. Hoje (09) pela manhã, um dos alvos foi preso na própria residência, na mesma rua da casa onde foi levada a vítima, torturada e morta, e também a poucos quilômetros do local em que foi levado corpo da vítima e enterrado. Esse preso apontou para os policiais o local onde teria sido enterrado o corpo e também informou que o corpo teria sido retirado de lá.

Na madrugada de sábado (06), a equipe de homicídios da Polícia Civil foi acionada e encontrou um veículo queimado, em Canoas, com as mesmas características e com as mesmas placas do veículo utilizado, para arrebatar a vítima em Rolante, fato que se confirmou na manhã de hoje com cumprimento das ordens judiciais. No porta-malas do carro foi encontrado um corpo e também uma enxada que teria sido usada para desenterrar o corpo. A polícia aguarda o resultado da perícia para confirmar a identidade.

Sérgio Jaime Bernardes morava e trabalhava em Rolante e desapareceu no dia 28 de março. Seu carro foi encontrado em Santo Antônio da Patrulha, com parte de seu interior queimado. Nos próximos dias deve haver a conclusão do inquérito com a prisão dos outros dois foragidos.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Leitor do Vale • 3 meses atrás

Meus sentimentos pra está família

Destaques


Geral 3m atrás

Gripe registra mais três mortes no RS

Foram 133 ocorrências da doença, na região Três Coroas teve dois casos [...]

Geral 2 horas atrás

Censo 2020 contará com dados sobre autismo

Diário Oficial publica lei que inclui autismo nos censos do IBGE [...]

Polícia

Polícia 6 horas atrás

Haitiana é atropelada na ERS-115

Ela foi atingida ao atravessar a rodovia de bicicleta [...]

Polícia 23 horas atrás

Motorista perde o controle e bate em árvore

Um pessoa ficou ferida e foi levada para o Hospital Bom Pastor [...]

Polícia 2 dias atrás

Duas mulheres morrem em troca de tiros com a Polícia Federal

Segundo a polícia, grupo pretendia resgatar assaltantes de banco [...]