24 May 2019 20:11
Logo Lêaí

Feller tem recurso negado pelo TSE e inelegibilidade é mantida

feller-tem-recurso-negado-pelo-tse-e-inelegibilidade-e-mantida-1

Foto: Gilmar Eitelwein - Arquivo

Na noite de ontem (14), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por meio do ministro Jorge Mussi publicou o resultado do recurso do prefeito de Parobé, Irton Feller, que trata do registro de sua candidatura. Esse processo trata do registro de candidatura negado, devido a irregularidades, na prestação de contas da Companhia Riograndense de Artes Gráficas (Corag) no período em que ocupou a presidência da companhia. A decisão agora segue para trânsito em julgado, e se não houver mais possibilidades de recursos, Parobé Poderá ter nova eleição. Nesta decisão, diferentemente das outras, o TSE julga o mérito da ação, e nas outras vezes haviam sido anuladas as sentenças sob alegação de vícios.

O caso Feller teve início em 2016, quando o então candidato teve a sua candidatura impugnada pela coligação de Diego Picucha (PDT). O caso seguiu para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), com isso houveram sentenças negando o registro de candidatura de Feller, porém, essas sentenças foram anuladas pelo TSE, que alegou vícios. Na terceira sentença na primeira instância, a candidatura de Feller foi liberada, ocorrendo a diplomação e a posse do prefeito de Parobé.

Logo após a coligação de Diego Picucha (PDT), convocou uma coletiva na qual informou que abriria mão de novos recursos por entender que a cidade precisava avançar, e que essas disputas estavam impedindo o desenvolvimento da cidade. Enquanto o processo percorria, entre janeiro de 2017 e agosto de 2018, quem comandou o município de forma interina foi o vereador Moacir Jagucheski (PPS).

Mesmo com a desistência da coligação de Diego Picucha (PDT), o Ministério Público Eleitoral (MPE), ingressou com um recurso junto ao TRE, que, em dezembro de 2018 voltou a negar a candidatura de Feller, no entanto o Tribunal permitiu que Feller continuasse a frente do município enquanto o processo corria.

A reportagem do Lêaí buscará ouvir todos os citados no caso e a matéria completa estará na edição impressa de sexta-feira (17).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.