24 May 2019 20:11
Logo Lêaí

Como treinar seu cérebro em busca de seus objetivos

como-treinar-seu-cerebro-em-busca-de-seus-objetivos-1

Foto: Divulgação

Cada vez mais o estudo comportamental está sendo um aliado no recrutamento de pessoas e a Programação Neurolinguística (PNL) tem contribuído muito para bons resultados. Para entender mais sobre esse universo conversamos com Alexandre Eidelwein, profissional na área, que vai explicar um pouco desse processo.

O que é

A PNL nasceu nos Estados Unidos por meio de pesquisas feitas com terapeutas observando a forma de realização da terapia e os seus resultados, segundo Alexandre “- é o estudo da experiência subjetiva, ou seja, o estudo de como as pessoas organizam seus pensamentos com base no que veem, ouvem e sentem”. Explica.

Foi através destes estudos que estes pesquisadores puderam observar outros profissionais e ensinar as outras pessoas a repetirem esses comportamentos e estados emocionais para atingirem o mesmo resultado.

Para que serve

É papel da PNL descrever e desenvolver algumas ferramentas específicas que podem melhorar e ampliar a interação humana. Alexandre explica que o trabalho é feito para poder mudar comportamentos indesejados como medos, dificuldades, ansiedades e até fobias “descobrindo como a pessoa estrutura, por exemplo, o medo de falar em público, pode mudar de forma inconsciente a organização de seus pensamentos naquela situação específica”. A PNL é muito popular em serviços de vendas, atendimento ao público e na formação de gestores e líderes.

“Em apenas uma sessão é possível curar uma fobia, livrar-se de um trauma, mudar um comportamento ou estado emocional, como dificuldade de falar em público, medo de dirigir, dificuldade em dizer não, relacionamentos, dificuldade para emagrecer, tomada de decisão”.

Como funciona

A funcionalidade da PNL é um dos pontos mais destacados nesse processo, de acordo com Alexandre “a PNL possui centenas ou até milhares de variações das técnicas clássicas, fazendo com que ela seja capaz de ajudar as pessoas em diversas áreas e das mais variadas formas”, para ele uma das formas mais eficazes é a chamada de Comunicação Generativa “usa as técnicas clássicas de PNL em um processo de mudança rápido e profundo. Em apenas uma sessão é possível curar uma fobia, livrar-se de um trauma, mudar um comportamento ou estado emocional, como dificuldade de falar em público, medo de dirigir, dificuldade em dizer não, relacionamentos, dificuldade para emagrecer, tomada de decisão”. Explica.

O diferencial da PNL

A busca por uma formação ou PNL ou até mesmo uma consultoria é cada vez mais crescente, pois ela busca estudar a estrutura dos pensamentos e como eles agem no processo pessoal e profissional, para Alexandre “podemos trabalhar com qualquer dificuldade utilizando apenas a sua estrutura, sem precisar saber detalhes da dificuldade ou desejo da pessoa. Outro diferencial importante é que a PNL possui pouca teoria, a pessoa aprende praticando e desta forma o conhecimento não fica apenas no papel”. Relata

Dicas para quem quiser conhecer a PNL

Apesar de popular a PNL ainda é um processo novo, e naturalmente, o novo gera algumas dúvidas, por isso, pedimos para o Alexandre dar algumas dicas “Minha sugestão para quem tem dúvidas em iniciar a formação é participar primeiro de um workshop sobre algum assunto de seu interesse, como vendas, atendimento ao público, metas etc, outra forma de conhecer a PNL é participar de um atendimento com um Comunicador Generativo e vivenciar um processo de mudança pessoal. Esses atendimentos podem ser presenciais e até mesmo on-line. Dependendo do seu objetivo não é necessário fazer toda a formação em PNL: muitas vezes apenas um atendimento ou workshop já basta”. Finaliza.

como-treinar-seu-cerebro-em-busca-de-seus-objetivos-2

Alexandre Eidelwein - Practitioner, Master Practitioner, Trainer em Programação Neurolinguística e Comunicador Generativo nível Master

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.